O sedã de luxo Hyundai Azera 2012-2013 acaba de ser lançado no Chile, oferecendo apenas uma versão e custando aproximadamente R$ 63 mil (no Chile). E trata-se da nova geração do carro, que em alguns outros lugares do mundo é chamado de Grandeour. Agora sua aparência finalmente aderiu ao padrão global da Hyundai. Por aqui, ela deve chegar logo no início de 2012.

No caso de exclusividade no visual, o Azera 2012 até tem um pouco, mas é preciso lembrar que ele está mais parecido com os modelos atuais da Hyundai. Para quem quiser ter uma ideia melhor de todo o conjunto, o kia Cadenza vendido atualmente já utiliza a base do Azera 2012. Considerando os elogios que o Cadenza vem acumulando, não há do que reclamar. Tudo indica que o Azera irá continuar dominando as primeiras posições em vendas da sua categoria no Brasil.

Hyundai Azera 2012-2013

Hyundai Azera 2012-2013

O investimento da Hyundai no sistema de segurança geral do Azera foi em grande escala. VDC (controle Dinâmico do Veículo), VSM (Sistema de Gerenciamento de Estabilidade), TPMS (Sistema de Monitoramento de pressão dos pneus), SEE (Sinal de parada de emergência) e os nove airbags inclusive para as pernas do motorista são itens de série. O Advance Smart Cruise Control é uma das maiores inovações da marca, ajuda a dirigir em caso de fluxo muito extenso. Ele ajuda a frear automaticamente, assim como também auxilia nas retomadas de velocidade. Mais outra novidade na segurança, é a nova estrutura do banco traseiro, desenvolvida pela Hyundai, que busca evitar ferimentos dos passageiros em caso de colisão traseira.

Hyundai Azera 2012-2013

Hyundai Azera 2012-2013

A intenção da Hyundai é vender pelo menos 100 mil unidades do Azera 2012-2013. Ao contrário do Chile e o que se espera por aqui, na Coreia do Sul, a versão 2012 do carro é oferecido com duas versões de motores. O Theta II 2.4 tem 200cv de potência e permite um consumo de até 12,8 km/l. Já o Lambda II 2.0 GDI é mais potente, com 269 cv, mas também gasta um pouquinho mais, como manda a lógica, sua média é de 11,6 km/l. Quanto a possibilidade de ter duas motorizações disponíveis também aqui no mercado brasileiro, ainda não dá para se confirmar essa informação.